carregando

Aguarde, carregando o sistema...

Formulário de Contato

carregando

Central de atendimento
SAC: 92 3659-1900 / 99222-1900
E-mail: dentaly@dentaly.com.br
Horário de Atendimento: 08:00 às 12:00 e de 14:00 às 19:00

Participe da nossa lista VIP

carregando

DENTALY - INSTITUTO DE SAÚDE E ESTÉTICA BUCAL

Contatos Dentaly

telefone

92 3659-1900 / 99222-1900

email

dentaly@dentaly.com.br

 capa: Saiba porque acontece o insucesso do implante dentário!

Saiba porque acontece o insucesso do implante dentário!

06/06/2019

Um implante dentário é um verdadeiro sonho de consumo para muitas pessoas. Nada mais natural, já que um procedimento como esse devolve facilidades mastigatórias, respiratórias e até mesmo fonéticas para muitos pacientes. Isso tudo sem contar a possibilidade maior de manter a saúde e estética bucal em dia. 

Ainda assim, algo assombra muitos interessados: a chance de insucesso. Embora não seja muito comum, a simples possibilidade de acontecer já faz com que muitos interessados desistam.

Para tornar tudo mais simples, criamos um post completo sobre o assunto. Aqui abordaremos o que são os implantes dentários, quais são as razões que podem causar o insucesso em um procedimento desse tipo e como agir nessa situação. Se você quer a resposta para essas questões, então não deixe de ler este post até o final. 

Como o implante dentário funciona?

Os implantes dentários são dentes artificiais integrados aos ossos com objetivo de oferecer um suporte estável. As próteses podem ser totais ou parciais, mas quando são implantadas têm a grande vantagem de não mudar de posição na boca, como se fossem um dente normal. Esse é um aspecto que traz muita segurança.

A sua inserção não traz nenhum tipo de desgaste para os dentes naturais, como algumas próteses ou dentaduras fazem. O paciente deve apenas ter gengivas saudáveis e ossos preparados para suportar a implantação. Para isso, é importante manter essas estruturas saudáveis e bem cuidadas, além de estabelecer um acompanhamento próximo com o dentista.

Existe alguma chance de ele não ser bem-sucedido?

A evolução tecnológica trouxe melhoria em muitos processos e não é diferente no caso do implante dentário. Embora algumas pessoas insistam em pensar que o organismo vai reconhecer o novo dente como um corpo estranho e fazer de tudo para exclui-lo por meio do sistema imunológico, não é bem assim que tudo acontece.

Como o pino utilizado no processo é de titânio (ao menos na maioria das vezes), as chances de complicações são reduzidas, pois o elemento é biocompatível e muito bem aceito pelo organismo. Prova disso é que materiais com titânio são usados em muitos tratamentos médicos, como na ortopedia. Isso significa que ele se integra sem grandes dificuldades.

Ainda assim, algumas situações, como você verá mais adiante, podem sim favorecer a perda do implante ou trazer complicações. Entre a principal delas, podemos destacar a falta de osseointegração. Para quem não sabe, esse processo envolve a união entre o osso e o implante dentário. Ele prevê a formação de osso ao redor do pino implantado, um aspecto que pode parecer bobagem, mas tem alta relação com a taxa de sucesso.

Como é um processo natural do organismo, ele pode demorar de 4 a 6 meses depois da cirurgia de implante dentário, mas faz com que o organismo se mobilize para regenerar a parte que foi perfurada. Considerando que o pino fica no local da perfuração, a osseointegração deve acontecer ao seu redor, garantindo que o novo dente permaneça no lugar correto.

Quando isso não acontece ele pode ficar maleável e, por consequência, cair. A osseointegração pode ser impactada por algumas situações. Veja algumas que elencamos abaixo. 

Bruxismo

Os pacientes com bruxismo têm o hábito de apertar os dentes involuntariamente. Nesse caso, promovem um desgaste aos implantes.

Diabetes não controlada

Pessoas com diabetes descontrolada podem apresentar dificuldade de cicatrização — um aspecto que pode comprometer os resultados. 

Tabagismo

O consumo de tabaco compromete a irrigação sanguínea, mais um ponto que interfere na formação do osso ao redor do dente.

Doenças periodontais e sistêmicas

As doenças periodontais (da gengiva) podem provocar infecções e perda óssea. Como você deve imaginar, aspectos que interferem diretamente no sucesso do implante dentário. Já as sistêmicas (como psoríase e outras autoimunes) também podem deixar o paciente mais vulnerável a infecções.

Falta de qualidade óssea

Essa razão é mais comum do que muitas pessoas imaginam. Algumas vezes, o cirurgião não consegue realizar um planejamento consistente da cirurgia de implantação e esquece de verificar se o paciente tem capacidade óssea suficiente para um procedimento desse tipo.

Higienização de baixa qualidade

Não cuidar desse aspecto facilita o aparecimento de doenças periodontais. Portanto, investir em uma higienização completa é uma ótima forma de prevenir problemas!

Má colocação do implante

O papel do cirurgião é mais relevante do que muitos imaginam. Entre as atuações, por exemplo, ele pode colocar o implante em um local desapropriado, ou seja, muito próximo ao nervo. Isso traz muitos transtornos para o paciente e, na maioria dos casos, a peça precisa ser removida.

Como perceber que o implante pode estar com problemas?

Quem passa por um procedimento desse tipo costuma ficar receoso com a possibilidade de o implante gerar problemas e a pessoa nem sequer perceber. Por isso, conheça abaixo alguns sinais que podem ajudar a identificar esse cenário.

Dor intensa

dor é um ótimo indicativo. Como o implante dentário tem como característica uma recuperação tranquila e indolor, então a presença de dor pode ser um sinal.

Mobilidade do implante

O dente não deve se movimentar e, caso a mobilidade aconteça, pode sinalizar o insucesso ou algum outro problema.

Presença de secreção

O aparecimento de pus ou outras secreções também costumam ser ótimos indicadores, principalmente se considerarmos que não são nada usuais. 

Formigamento

Caso sinta esse desconforto em alguma das regiões da boca (incluindo lábios, bochecha, língua e gengiva), então pode ser que o implante esteja muito perto do nervo.

Como agir em caso de insucesso?

Caso você vivencie a perda de um implante dentário, não perca tempo e procure um dentista especializado o quanto antes. O mais recomendado é realizar o procedimento novamente o quanto antes.

Se estiver inseguro quanto ao profissional que já te atendeu anteriormente, não hesite em procurar outro e tornar o procedimento mais leve e seguro. Acredite: existem profissionais altamente especializados em atendimentos odontológicos desse tipo. 

Depois de ler esse post e entender o que pode ocasionar o insucesso do implante dentário, esteja atento aos mais diversos sinais que podem complicar o procedimento. Somado a isso, seja criterioso e procure sempre os melhores profissionais para cuidar da sua saúde bucal.

Caso ainda não tenha uma clínica com profissionais especializados, então entre em contato com a Dentaly e desfrute de toda a expertise que temos para ajudar você! 


Mais Notícias




Notícias em Destaque

© Todos os Direitos Reservados. Dentaly 2019

Logo casa dos sites

Desenvolvido por:

DENTALY - INSTITUTO DE SAÚDE E ESTÉTICA BUCAL DENTALY - INSTITUTO DE SAÚDE E ESTÉTICA BUCAL Soluções Completas em Odontologia - Um instituto que é mais que uma clínica odontológica, é uma equipe multidisciplinar de dentistas com estrutura para atender todos os tipos de questões para saúde e estética bucal. +55 92 3659-1900 +55 92 99222-1900 dentaly@dentaly.com.br

Av.Constantino Nery, nº 2789, Edificio Empire Center - 7º andar 69055038 Manaus Amazonas Brazil